quarta-feira, 2 de junho de 2010

A Festa do Corpus Cristi e as diferentes tradições Populares

Em Ponte de Lima: touro de 400 quilos à espera de corajosos



Um touro de 400 quilos vai andar quarta feira pelas ruas de Ponte de Lima, preso por cordas, a "investir" contra os transeuntes mais corajosos, numa tradição que todos os anos se repete em vésperas do dia do Corpo de Deus.

Trata-se de mais uma edição da Vaca das Cordas, uma "tourada" que começa pelas 18:00.

O touro, controlado por cerca de dezena e meia de pessoas e preso por duas cordas, é conduzido até à Igreja Matriz e preso à janela de ferro da Torre dos Sinos, sendo-lhe dado um banho de vinho tinto da região, "lombo abaixo, para retemperar forças".

Depois, dá três voltas à igreja, sempre com percalços e muitos trambolhões à mistura dos populares que ousam enfrentá-lo, após o que é levado para o extenso areal da vila, onde tem lugar a verdadeira "tourada" ao ar livre.

Ao anoitecer, o animal é recolhido, sendo posteriormente abatido num matadouro para a carne ser comercializada num talho de Ponte de Lima.

A mais antiga referência que se conhece desta tradição remonta a 1646, quando um código de posturas abrigava os moleiros do concelho (ministros de função) a conduzir, presa por cordas, uma vaca brava, sob condenação de 200 reis pagos na cadeia.




Em Monção:
Combate da Coca "decide" ano agrícola




Monção revive quinta feira o Combate da Coca, uma luta entre o bem e mal que todos os anos se realiza no Dia do Corpo de Deus e que, segundo a crença popular, dita a sorte das colheitas.

O bem é personificado por S. Jorge (um agente da GNR montado num cavalo branco) e o mal por um dragão chamado "Coca".


Empurrado por cerca de meia dúzia de funcionários da autarquia, o bicho, pintado de verde, deita fumo pelas orelhas, tem a cabeça móvel e as goelas bem abertas, fazendo uma figura que muitas vezes assusta o cavalo e torna a vida difícil a S. Jorge.

O "bem" só é declarado vencedor se conseguir desferir golpes certeiros na língua e nas orelhas da "Coca", o que nem sempre é conseguido, precisamente por causa dos medos do cavalo.

Segundo a crença popular, este combate dita a sorte das colheitas e sementeiras no concelho, que serão boas se S. Jorge ganhar e más se o vencedor for a Coca.

O combate da Coca tem início marcado para as 18:30 no anfiteatro do Souto e é sempre o momento mais aguardado da Festa do Corpo de Deus, as festas concelhias.

Antes do combate, sai para a rua a procissão do Corpo de Deus, que decorre sobre extensos tapetes floridos e que integra as cruzes e os incensários (vasos de metal pendentes de cadeias nos quais se queimam substâncias aromáticas) das 33 freguesias do concelho.

Dado o apego à terra da população local, a procissão integra ainda o chamado "Boi Bento", animal enfeitado e bem tratado, que vai na procissão, homenageando "o grande companheiro" das lides da lavoura.

As principais novidades da festa deste ano são o cortejo etnográfico, um encontro de corais e um festival de bandas filarmónicas.

1 comentário:

  1. SUGESTÕES PARA AS VOSSAS CONCEITUADAS FESTAS 2011: LUCAS & MATHEUS (dupla brasileira) site www.lucasematheus.com, LÉO & LEANDRO (dupla brasileira) sitewww.leoeleandro.com.pt e AGRUPAMENTO MUSICAL IVASON site www.ivason.com. Contactos: ANTÓNIO LOPES 960195669/913729192, endereço electrónico:antonio.alproducoes@gmail.com.
    Faculto orçamento desde que solicitado.
    Agradeço o favor de acusarem a recepção deste conteúdo.

    ResponderEliminar